Resenha: A Prisão do Rei, Victoria Aveyard

Lorraina Almeida 0 Comments


ISBN-13: 9788555340277
ISBN-10: 8555340276
Ano: 2017 / Páginas: 552
Editora: Seguinte

Sinopse: Mare Barrow foi capturada e passa os dias presa no palácio, impotente sem seu poder, atormentada por seus erros. Ela está à mercê do garoto por quem um dia se apaixonou, um jovem dissimulado que a enganou e traiu. Agora rei, Maven continua com os planos de sua mãe, fazendo de tudo para manter o controle de Norta — e de sua prisioneira. Enquanto Mare tenta aguentar o peso sufocante das Pedras Silenciosas, o resto da Guarda Escarlate se organiza, treinando e expandindo. Com a rebelião cada vez mais forte, eles param de agir sob as sombras e se preparam para a guerra. Entre eles está Cal, um prateado em meio aos vermelhos. Incapaz de decidir a que lado dedicar sua lealdade, o príncipe exilado só tem uma certeza: ele não vai descansar enquanto não trouxer Mare de volta.
Olá, pessoal!
Hoje estou aqui para mais uma resenho do blog! E preciso muito compartilhar com vocês a alegria que estou sentindo de, finalmente, ter terminado esse livro! Estou, literalmente, lendo-o desde o ano passado e finalizá-lo foi de grande alívio para mim.
Aqui no blog tem a resenha do primeiro e do segundo livro, feitas pela Vi, caso queiram conferir, é só clicar aqui e aqui, respectivamente.

A leitura desse livro foi muito difícil para mim, já dá pra perceber só pelo tempo em que demorei para finalizá-lo, mas ele ainda possui saldos positivos comigo, exatamente como os outros dois livros.

No final do segundo livro Mare aceita ser levada como prisioneira de Maven em troca de salvar a vida de todos que estavam com ela, e dos prisioneiros que eles tanto lutaram para salvar das garras dos prateados.

O terceiro livro se desenrola no seu encarceramento pelo rei e os dias de Mare Barrow presa são agoniantes. Acredito que a autora deva ganhar muitos aplausos por isso, porque cumpriu o seu papel na hora de passar os sentimentos da personagem. O único problema foi a extensão dessa parte, teve uma hora em que eu simplesmente não conseguia avançar na leitura, porque nada acontecia.

Mare é usada como uma marionete, sem os seus poderes, é forçada a se ajoelhar ao rei e a fazer todas as suas vontades, inclusive ajudá-lo a incitar a população vermelha e os sanguenovos de que a Guarda Escarlate é uma fraude.

Tenho uma extrema dificuldade de me apegar aos personagens dessa trama, eles estão sempre divididos, nenhum deles sabe o que quer, e quando eles tem um momento de direção para qual caminho seguir, há sempre uma nova oferta presente que os faz desistir daquilo que eles mesmo acreditam.

O vilão não me convence como vilão e os mocinhos não me convencem como mocinhos. Todos os personagens são ambíguos; por mais que eles tenham poderes, possuem o sentimento mais primitivo dos seres humanos: ganância. A ganância é o que os faz mover, seja através de ideias nobres ou não, mas o caminho deles é sempre transpassado pelo poder, a necessidade de combater o inimigo -seja ele quem for- deturpa todos os personagens ao longo da trama.

Apesar dos momentos de Mare como prisioneira terem sido lentos, a partir do momento em que ela consegue se libertar das garras do rei o livro ganha um ritmo notável. Eu li mais rápido as últimas 150 páginas do que li as 300 antes delas, porque tudo acontece num frenesi maravilhoso. Victoria Aveyard sabe criar uma atmosfera de reviravolta incrível e ela finaliza o livro de uma maneira singular. O que me fez quase a perdoar por todo aquele bando de nada que aconteceu primeiramente. 

Confesso que estou ansiosa para ler o próximo livro, porque o final do terceiro causa essa sensação de "meu Deus, é agora que tudo vai se definir" e preciso muito de uma segurança quando se trata desse livro, simplesmente porque nada é confiável.

Exatamente por nada ser confiável que não estou torcendo para nenhum dos dois lados, ambos possuem pessoas ótimas e pessoas ruins, ambos são extremamente políticos e utilizam das fraquezas do seu inimigo para vencer, então só quero que vença a guerra aquele que for de fato o melhor.

E vocês pessoal? Alguém aí já leu ou ficou afim de ler esse livro? Me conta aqui nos comentários, vamos conversar!
Até o próximo post!

0 comentários:

Olá pessoal! Sejam bem vindos à nossa seção de comentários, a opinião de vocês é de extrema importância para nós e vamos adorar ler cada comentário, mas claro, nunca se esqueçam de que gentileza gera gentileza ♥