Nas telinhas: The Umbrella Academy

Hora da Leitura 2 Comments

Hoje vamos falar sobre uma das séries mais recentes da Netflix: The Umbrella Academy.



Umbrella Academy, começa já de forma diferente e estranha, quando 43 mulheres ao redor de todo o mundo dão a luz à crianças. O estranho? Elas não estavam grávidas no dia anterior. Um excêntrico milionário decide então adotar algumas dessas crianças.
Ele adota sete delas, dotadas de poderes, assim gerando The Umbrella Academy – um local onde elas vão poder treinar e crescer para salvar o mundo.


Avançamos no tempo, e anos depois, já adultos, os jovens da Umbrella Academy se reúnem para o funeral daquele excêntrico pai adotivo deles. Ao menos aqueles que restaram: Número 1, Luther que tem uma grande força; número 2, Diego que consegue atirar qualquer faca e acertar o alvo; número 3, Alisson que apenas com uma frase “eu ouvi um rumor” consegue que as pessoas façam o que ela quer; número 4, Klaus que fala com os mortos e número 7, Vanya que não tem nenhum poder, mas escreveu um livro sobre sua família disfuncional assim criando raiva e mágoa em todos eles.

Bom, no meio dessa confusão, o número 5 (sem nome além do número) que antes estava desaparecido por conta de sua capacidade de se teletransportar e se locomover pelo tempo, volta do futuro como um homem de 58 anos preso em um corpo de um garoto de 13 anos, com a mensagem de que: o mundo deles vai acabar em oito dias.






Certo... Ao menos gostaria que ele voltasse logo com essa mensagem e não enrolasse alguns vários episódios para contar à família e pedir ajuda a eles. Você tem 58 anos, querido, não deveria ser mais maduro?

Vamos começar dizendo, que o primeiro ponto positivo da série é seu visual, que como sempre a Netflix costuma arrasar nas suas produções. A mudança de clima ou ano é notada claramente através das mudanças de cores e luzes. 

E claro. A sua trilha sonora MARAVILHOSA ajuda bastante a criar um clima gostoso e contagiante.

Se você vai assistir esse show esperando um lance Marvel/DC no qual é repleto de ação e aventura, está completamente errado, não que não tenha, no entanto essas cenas são poucas em comparação com o drama familiar e em como um grupo de jovens com um pai ausente e abusivo pode, ser transformados em adultos com mentalidades erradas e tóxicas.




Meu grande problema com Umbrella, é – e não vou tirar o fato de que eles passaram por bastante quando eram jovens -, que eles como adultos continuavam agindo como crianças. Eles nunca fizeram as pazes (apesar de não entender exatamente porque eles se odeiam tanto, eles todos não odeiam o pai? Tem algo em comum, deveriam ser bons amigos) e talvez tenha haver com o que aconteceu com o número 6, Ben, que morreu antes da série começar e apenas Klaus possa ver, o garoto claramente de alguma forma unia a família. No entanto, cá estamos, acompanhando esse grupo de adultos não se comunicarem, continuarem competindo entre si, cada um preocupado com seus próprios problemas ao contrário de se unirem e tentarem salvar o mundo.

A série se perde em alguns plots, tornando coisas obvias e previsíveis e, às vezes, até esquecendo do enredo principal para colocar algo aleatório e que não acrescenta em nada à série. Como (SPOILERS) 

quando Klaus vai para o Vietnã, qual o ponto daquilo exatamente? Apenas para acelerar o processo de desenvolvimento dele? Para que serviu os outros episódios então? E, a cena do pai deles no passado. O que exatamente foi aquilo? Teremos explicação? E acima de tudo qual a necessidade daquele romance estranho e sem noção? 

(/SPOILERS)

Acho que o grande erro na verdade é que a série deveria ter menos episódios ou talvez durar menos tempo cada episódio, para manter um ritmo mais agradável e não sentir tanto aquele peso de “esse episódio não acaba nunca”. 

ENTRETANTO. Os últimos episódios fazem tudo – ou quase tudo – valer a pena, eles trazem de volta o ritmo e param com as enrolações nos revelando as coisas, trazendo cenas de ações e o desenvolvimento que a família realmente precisava (apesar de certo personagem ainda trazer grande raiva até o final). E prometendo uma segunda temporada repleta de surpresas, mais desenvolvimento deles e um plot para ser explorado.

2 comentários:

Olá pessoal! Sejam bem vindos à nossa seção de comentários, a opinião de vocês é de extrema importância para nós e vamos adorar ler cada comentário, mas claro, nunca se esqueçam de que gentileza gera gentileza ♥